Ana Carvalho | violino barroco

Nasceu no Porto, em 1991. Iniciou a sua formação musical com 4 anos, no Conservatório Regional de Gaia na classe de violino do professor Augusto Trindade. Em 1998 ingressou no Conservatório de Música do Porto, onde estudou até 2010 com Suzanna Lidegran. Em 2009 ingressou na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do IPP, tendo prosseguido os seus estudos na classe dos professores Marta Eufrázio e Vítor Vieira. Em 2014 iniciou o Mestrado em Ensino da Música na ESMAE, com o professor Vítor Vieira, tendo um ano mais tarde sido aceite para o Master of Arts – violin, no Conservatório Real de Bruxelas (Koninklijk Conservatorium Brussel) na classe do professor Yossif Ivanov e do professor François Fernandez (violino barroco). Terminou o mestrado em julho de 2017, com Distinção.

No ano 2016/2017 foi bolseira da Fundação GDA, em Portugal. Um ano mais tarde, em 2018, terminou o Mestrado em Ensino da Música (Violino) na ESMAE. Ao longo da sua formação foi premiada em vários concursos, entre eles o Concurso Capela e o Prémio Jovens Músicos. Frequentou masterclasses nacionais e internacionais com aclamados violinistas como Yuzugo Horigome, Phillippe Graffin, Antal Zalai, Ani Schnarch, Sergey Khachatryan, entre outros.

A sua larga experiência orquestral proporcionou-lhe a colaboração com diversas orquestras nacionais e internacionais e a oportunidade de trabalhar com grandes maestros (Royal Concertgebouw Orchestra Amsterdam, Orquestra Nacional da Bélgica, Antwerp Symphony Orchestra, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Clássica do Sul, Orquestra Clássica de Espinho, Symfonierorkest Koninklijk Conservatorium Brussel, Young Belgian Strings, Orquestra Clássica do Centro). Atualmente leciona a disciplina de violino e classe de conjunto na Escola de Música e Artes do Amial e na Artâmega (Escola de Artes do Marco de Canaveses.

Enquanto instrumentista, colabora frequentemente com várias orquestras, entre as quais a Orquestra Sinfónica da Casa da Música, a Orquestra Barroca da Casa da Música e a Orquestra Clássica do Centro, no lugar de assistente de concertino.